Na mídia: Consumo de calçados deve recuar em 2012, aponta IEMI

A pesquisa Mercado Potencial de Calçados em Geral, realizada anualmente pelo Instituto de Estudos e Marketing Industrial (IEMI), estima que o consumo aparente nacional* tende a recuar 1,7% em 2012, puxando a produção nacional e as importações para baixo (-1,6% e -4,5%, respectivamente).

Os importados devem reduzir sua participação sobre o consumo aparente para 4,5%, em volume de pares, e as exportações devem representar 13,7% da produção, quando considerados todos os grupos de calçados produzidos e consumidos no país.

Em média, o brasileiro consome 3,8 pares de calçados por ano, o equivalente a R$ 105,17 ou US$ 62,81 em valores de fábrica, sem o mark-up do varejo (valores de referência para o ano de 2011).

O potencial do mercado de calçados foi analisado de forma pelo Núcleo de Inteligência de Mercado do IEMI. O estudo de 2012 revela que nos últimos quatro anos, a participação relativa das lojas de departamento na distribuição de calçados aumentou 16,7%, passando de um percentual de 13,8% do total, para 16,1% em 2011. Em volumes de pares significa um aumento de 25,2%, passando de 95,1 para 119,1 milhões (2008 a 2011).

*O consumo aparente é o resultado da soma da produção com as importações menos as exportações.

 

Fique por dentro do mercado de Moda e Decoração

>> Curta o IEMI no facebook

>> Siga o IEMI no twitter

>> Conheça nossos Produtos e Serviços


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os comentários são sujeitos a moderação antes de serem publicados. Campos obrigatórios são marcados com *.