Na mídia: Com Bossa, Salinas entra na moda casual

[…] O momento parece oportuno para diversificar. Segundo dados divulgados pela Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (Abit), em 2010, a produção de roupas de praia no Brasil alcançou 299 milhões de peças. Somente o mercado interno consumiu 298 milhões de peças, demanda suprida pela produção nacional mais 0,3 % de artigos importados. Segundo o “Brasil Têxtil 2010”, do Instituto de estudos e marketing industrial (IEMI) a exportação de maiôs e biquínis vem caindo. Em 2005, foram US$ 6,1 milhões enviados ao mercado externo. Em 2009, o valor caiu quase pela metade: US$ 3,6 milhões. Paralelamente, as importações também aumentaram. Em 2011, 23% do consumo interno de roupas de praia foi suprido por artigos importados. […]

 

>> Leia a matéria na íntegra

 

Fique por dentro do mercado de Moda e Decoração

Curta o IEMI no facebook

Siga o IEMI no twitter

 


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os comentários são sujeitos a moderação antes de serem publicados. Campos obrigatórios são marcados com *.