Na mídia: Americana, a cidade que veste o Brasil

“E os teares tecido teciam, A Princesa Tecelã…” Este pequeno trecho do Hino de Americana me remete a lembrar os “anos de ouro” da indústria têxtil em nosso município. Reconhecida e respeitada nacionalmente, nossa querida cidade viu, em pouco mais de duas décadas, sua produtividade quadriplicar em relação à década de 1990, quando mais de dois terços das nossas tecelagens fecharam as portas devido aos problemas financeiros.

O Panorama da Indústria Têxtil e do Vestuário do Estado de São Paulo, estudo inédito realizado pelo Instituto de Estudos de Marketing Industrial – IEMI, revelou que, juntamente com a Capital, o polo têxtil de Americana e região (Santa Bárbara d’Oeste, Nova Odessa, Sumaré e Hortolândia) apresenta a mais completa integração de elos produtivos no segmento de têxteis, sendo que as mais de 600 empresas aqui instaladas representam 2,1% do total nacional, absorvendo 3% do total de mão-de-obra direta da cadeira têxtil brasileira (mais de 50.000 empregos).

O estudo informa ainda que 333 indústrias confeccionistas equivalem a 51% do total de empresas da cadeia têxtil da região, onde os investimentos de R$ 158 milhões em equipamentos representam cerca de 8,8% dos valores investidos pela cadeia têxtil nacional. […]

 

Leia a matéria na íntegra: http://www.camara-americana.sp.gov.br/artigo-open.php?cod=682

 

Fique por dentro do mercado de Moda e Decoração

Curta o IEMI no facebook

Siga o IEMI no twitter


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os comentários são sujeitos a moderação antes de serem publicados. Campos obrigatórios são marcados com *.