Móveis e colchões no varejo

Em 2016, do montante de móveis e colchões disponíveis para o consumo no Brasil (424 milhões de peças), aproximadamente 89% destinam-se à comercialização no varejo, totalizando por volta de 375 milhões de peças, entre as quais se incluem os móveis residenciais, o home office e os para escritório. Os 11% restantes dos móveis, ou cerca de 49 milhões de peças, são comercializados por meio de outros canais de venda (corporativos, licitações, atacadistas, etc). Para o fechamento de 2017, o varejo deverá apresentar alta de 0,6% em volume de peças e em valores em reais, repetir a receita de 2016, ou seja, em 2017 o varejo de móveis e colchões deverá movimentar aproximadamente 377 milhões de peças, correspondente a R$ 77 bilhões.

Dollarphotoclub_10816395

Fique por dentro do mercado de Moda e Decoração

>> Conecte-se ao IEMI no LinkedIn

>> Curta o IEMI no Facebook

>> Siga o IEMI no Twitter>

Conheça nossos Produtos e Serviços


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os comentários são sujeitos a moderação antes de serem publicados. Campos obrigatórios são marcados com *.