Máquina de Vendas estuda repassar sua dívidas

A Máquina de Vendas, dona da rede Ricardo Eletro, fundada em 2010, com a fusão da Insinuante e que em 2016 somaram 810 lojas estuda repassar sua atual dívida de cerca de R$ 1,4 bilhões, para bancos, os quais passariam a ter seu controle. O plano prevê a criação de uma nova holding que assumiria suas dívidas maiores junto aos bancos Bradesco, Itaú e Santander. A antiga holding permaneceria ativiva para administrar dívidas da ordem de R$ 203 milhões. Em 2016, as empresas, Ricardo Eletro, Insinuante, Salfer e Dismobras Distribuidora, que hoje ostentam apenas a bandeira Ricardo Eletro e cujos os sócios maiores são Ricardo Nunes (49,9%) e Luiz Carlos Batista (51,1%), faturaram cerca de (-)10% sobre 2015, que chegou a R$ 7,9 bilhões e em 2013 R$ 8,8 bilhões. (Empresa/Valor/23-06-2017)

 

Fique por dentro do mercado de Moda e Decoração

>> Conecte-se ao IEMI no LinkedIn

>> Curta o IEMI no Facebook

>> Siga o IEMI no Twitter

>> Conheça nossos Produtos e Serviços


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os comentários são sujeitos a moderação antes de serem publicados. Campos obrigatórios são marcados com *.