Mais desafiador do que 2015

O atual cenário, do setor de moda levou Edmundo Lima, diretor executivo da Abvtex, que reúne as grandes redes do varejo de moda, a declarar – “As vendas reaqueceram desde a chegada da frente fria, antes dos Dias da Mães, mas não o suficiente para minimizar as dificuldades dos meses anteriores”, e também acentuou – “O ano de 2016 se mostra mais desafiador que 2015”. O presidente da Renner, José Galló, no final de abril,  em reunião com analistas, desabafou – “Nos últimos 15 anos não me lembro de ter visto um trimestre tão promocional e muitas destas promoções tão irrealistas”. Entre janeiro e março, último, o comércio varejista de vestuário, tecidos e calçados, segundo o IBGE, teve queda de 12% em seus volumes. Por sua vez, a Abit, informa que a produção de vestuário encolheu 10% no Brasil, em 2015 (cerca de 5,5 bilhões de peças). Neste ano, deverá cair mais 1,8%. (Valor/24-05-2016)

 

Fique por dentro do mercado de Moda e Decoração

>> Conecte-se ao IEMI no LinkedIn

>> Curta o IEMI no Facebook

>> Siga o IEMI no Twitter

>> Conheça nossos Produtos e Serviços


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os comentários são sujeitos a moderação antes de serem publicados. Campos obrigatórios são marcados com *.