Inovação aliada à economia sugere maior faturamento

Matéria do jornal Valor, de hoje, mostra que o setor calçadista através de inovação e maior atenção aos custos,  consegue obter melhor faturamento. E cita exemplos como o da Kidy, de Birigui (SP), além da Arezzo & Co. e outros. Neste particular o IEMI – Inteligência de Mercado, estima que em 2016 o setor poderá ter incremento de 0,8% a 2,1% no consumo de calçados do País, ante 2015. Para a produção prevê alta de 3,5% em volumes (878,7 milhões de pares) e cerca de 7% nas exportações (132,8 milhões de pares). (Valor/22-03-2016 – http://www.valor.com.br/empresas/4492342/com-inovacao-calcadistas-faturam-mais-e-economizam )

 

Fique por dentro do mercado de Moda e Decoração

>> Conecte-se ao IEMI no LinkedIn

>> Curta o IEMI no Facebook

>> Siga o IEMI no Twitter

>> Conheça nossos Produtos e Serviços


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os comentários são sujeitos a moderação antes de serem publicados. Campos obrigatórios são marcados com *.