INFO/SETORIAIS/Nº 61

Homens são os primeiros a comprar novidades, revela pesquisa do IEMI

Que tipo de consumidor de vestuário você é? Multiplicador, Seguidor, Funcional ou Independente? Estes são os 4 perfis do consumidor de vestuário identificados pela pesquisa realizada pelo IEMI, através do seu Núcleo de Inteligência de Mercado. A pesquisa, que teve como foco a última compra, avaliou o comportamento de compra destes consumidores de moda e apontou que 56% dos Multiplicadores, ou seja, os primeiros a comprar novidades, são do sexo masculino. “Um percentual menor, ou seja, 44% das mulheres, afirmaram ser as primeiras a comprarem novidades antes dos amigos”, afirma Marcelo Villin Prado, diretor do Iemi.

Os Multiplicadores geralmente compram por impulso e representam 3% da população. Os consumidores com este perfil buscam status através da moda, valorizam marcas, qualidade, estilo e também se dispõem a pagar mais por isso. Entre os Multiplicadores, 81,8%, ou 43,9% do total dos entrevistados, gastam mais de R$ 200,00 por mês com roupa. Apesar de ter maior ocorrência nas classes A e B1 (60,4%), eles estão presentes em todas as faixas de poder de compra e em grupos jovens entre 15 e 24 anos. Os Multiplicadores são também os que mais compram roupas para o próprio uso (85,7%) e os que menos compram para os familiares (1%). Leia mais >.

Indicadores

Notícias

– A perda de espaço da indústria de transformação nos últimos 20 anos.

Análise focando a perda de espaço da indústria de transformação na economia brasileira se compara apenas à que houve nos países ricos (participação da indústria na economia, confrontando-se o período de 1980 ao de 2010). Alemanha de 1980, 30% contra apenas 19% em 2010. Em 1980, os EUA tinham uma participação na indústria da ordem de 23% que, em 2010, mostrava apenas 13%. O Japão, de 28% em 1980 chegou a 20% em 2010. A Coréia do Sul, de 24% de 1980 ampliam sua participação para 34%. E o Brasil, nesse espaço de tempo, mostra acentuada queda, 25% em 1980 para 16% em 2010. (Exame de 10/8/11, citando fontes do Banco Mundial, e elaboração do Banco Mundial, BEA, IBGE e elaboração do Depecon da FIESP).

– A China teria quase uma população brasileira em costureiras.

A China teria quase uma população brasileira em costureiras. Seriam perto de 180 milhões. Dados informados pelo presidente do Sindivest de Pernambuco em recente entrevista à mídia. (DCI/SP – 08/08/2011).

– Lojas no estilo pronta entrega do Brás terá novas unidades espalhadas pelo Brasil.

O conjunto de pronta entregas do Brás (SP), no mega polo a partir de outubro próximo, terá novas unidades espalhadas pelo Brasil em locais de polos confeccionistas e vestuário cuja implantação será feita em parcerias locais. A primeira estará sendo implantada em Cianorte (PR) com o Open Shopping. Para 2012, há previsão de outros nas regiões Nordeste e Norte. Em Belo Horizonte (MG), há negociação com o grupo que projeta a instalação de um centro próximo ao aeroporto de Confins – o Fashion City – a ser implantado até 2014.

– Siberian e Crawford irão investir R$450 milhões em 2015.

As marcas de roupas Siberian e Crawford, do grupo Valdac, que passam a denominar-se VQB – Valdac Global Brands – irão investir R$ 450 milhões até 2015, na ampliação da rede e no lançamento de uma nova marca denominada “memove”, direcionada para as classes B e C. Informação de sua direção evidencia que, até 2015, seu faturamento deverá chegar a R$ 2,7 bilhões. Até o final deste ano, a rede espera estar com 119 lojas cuja projeção sinaliza 389, das quais 120 serão da nova etiqueta “memove”. (Valor/Surpresa – 12/08/2011).

– Grupo Iguatemi deverá lançar mega empreendimento imobiliário em Ribeirão Preto (SP).

O grupo de Shoppings Iguatemi deverá lançar na cidade de Ribeirão Preto (SP) um mega empreendimento imobiliário nos próximos meses. Quando totalmente pronto, abrangerá um centro de compras o qual terá investimento da ordem de R$ 269 milhões. Além do shopping que abrigará 176 lojas, estarão ao seu redor, nada menos que 8 torres comerciais, 9 edifícios corporativos, 18 torres residenciais, hotel, 7 condomínios horizontais, hospital e campo de golfe (Brasil Econômico/ 10/08/2011).


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os comentários são sujeitos a moderação antes de serem publicados. Campos obrigatórios são marcados com *.