Indústria de móveis espera retomada da exportação

O setor brasileiro de móveis espera retomar as exportações ao longo do ano para melhorar suas receitas. Volnei Benini, presidente da MovergsAssociação das Industriais de Móveis do Rio Grande do Sul, em entrevista disse: “Vínhamos numa crescente com as exportações, mas em abril e maio tivemos queda e o mercado interno continua difícil”. Destaca também Benini – “Essa queda é resultado de uma soma de fatores, mas o que mais vem contribuindo é desconfiança do importado quanto ao fornecimento brasileiro. Neste particular, o IEMI – Inteligência de Mercado, através de seu diretor, Marcelo Villin Prado, pondera que o problema da imagem do Brasil não é recente. “A indústria sempre teve essa imagem de que vai ofertar produtos por um ou dois anos e depois vai parar”. Além disso Prado informa que estima-se uma alta de 4,5% nas exportações, em dólar este ano, já que em volume o setor deve ter recuou em (-)7,2%. A produção total do País deverá cair 1,6% para 392 milhões de unidades. Além disso, conclui Prado, “Temos essa diferença entre valor e volume, porque os móveis mais simples que começaram a ser exportados não mantiveram espaço no mercado externo, enquanto os produtos de maior valor agregado ainda tem mais chances de crescer. (DCI/16-06-2017)

Dollarphotoclub_58419415

Fique por dentro do mercado de Moda e Decoração

>> Conecte-se ao IEMI no LinkedIn

>> Curta o IEMI no Facebook

>> Siga o IEMI no Twitter

>> Conheça nossos Produtos e Serviços


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os comentários são sujeitos a moderação antes de serem publicados. Campos obrigatórios são marcados com *.