Indicadores: Produção física têxtil apresentou recuou de 0,4% em julho de 2016.

Produção têxtil apresentou recuo de 0,4% em julho, ante uma variação positiva de 1,0% no mês de junho. Em relação ao mês de julho de 2015 houve queda de 4,0%, e, recuo de 10,6% quando comparamos o período acumulado entre janeiro a julho de 2016 sobre o mesmo período do ano anterior. No acumulado nos últimos 12 meses a retração foi de 15,3% em relação aos 12 meses anteriores, de acordo com o IBGE. (resultados sem ajustes sazonais).

 

Fique por dentro do mercado de Moda e Decoração

 >> Conecte-se ao IEMI no LinkedIn

>> Curta o IEMI no Facebook

>> Siga o IEMI no Twitter

>> Conheça nossos Produtos e Serviços


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os comentários são sujeitos a moderação antes de serem publicados. Campos obrigatórios são marcados com *.