Impacto dos cenários sobre a indústria moveleira

No próximo dia 12, às 11hs, no recinto da 8ª edição da Feira Internacional da Indústria de Móveis e Madeira  – ForMóbile, que se realiza a partir de hoje e se estenderá até o dia 13 de julho, no São Paulo Expo, na zona sul de São Paulo, no Km 1,5 da Rod. dos Imigrantes, o diretor do IEMI – Inteligência de Mercado, Marcelo Villin Prado, no “Espaço Indústria do Futuro”, no Fórum ForMóbile, falará sobre os “Cenários Econômicos para os Próximos Anos e seus Impactos na Indústria Moveleira”.

Acerca deste segmento, segundo dados recentes do IEMI, da edição 2018 do estudo sobre o Mercado Potencial de Móveis em Geral, a produção física de móveis em 2017 voltou a crescer após as quedas consecutivas nos três anos anteriores (2014, 2015 e 2016), quando caíram 16,3% no período.

O crescimento, embora tímido, de 0,3% em 2017 sobre 2016, é um importante resultado para a indústria, indicando uma estabilização e início de retomada no mercado nacional moveleiro. Para 2018, as estimativas preliminares apontam para um crescimento mais expressivo na produção física de móveis, 4,2% sobre 2017.

A disponibilidade, destes itens, no mercado interno brasileiro deverá apresentar crescimento um pouco mais acentuado, de 5%, atribuído à alta de 41,2% prevista para as importações em 2018, que deverão apresentar participação de 3,6% no consumo aparente. As exportações devem se manter mais estáveis, representando cerca de 3,7% da produção nacional. (@IEMIpesquisas)

palestra-Marcelo

Fique por dentro do mercado de Moda e Decoração

>> Conecte-se ao IEMI no LinkedIn

>> Curta o IEMI no Facebook

>> Siga o IEMI no Twitter

>> Conheça nossos Produtos e Serviços


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os comentários são sujeitos a moderação antes de serem publicados. Campos obrigatórios são marcados com *.