Foi cientista e poeta do samba

O diretor do Museu de Zoologia da USP (MZUSP), Paulo Vanzolini, que ali permaneceu por mais de 30 anos, foi um cientista transformador da zoologia no Brasil. Entre os seus inúmeros trabalhos este cientista com doutorado em Harvard (década dos anos 50) formatou o projeto de lei que criou as regras de funcionamento da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Faesp). E foi poeta boêmio, interprete da noite paulista com seus  sambas memoráveis como: Ronda, Volta por Cima, Mulher Que Não Dá Samba, Mente, Praça Clóvis e Quando Eu For, Eu Vou Sem Pena. Assim foi Paulo Vanzolini, o cientista e poeta que nasceu no bairro do Cambuci em 24 de abril de 1924, faleceu no domingo, dia 28 de abril e sepultado dia 29 passado, no Cemitério da Consolação. (Da mídia)

 

Fique por dentro do mercado de Moda e Decoração

>> Curta o IEMI no facebook

>> Siga o IEMI no twitter

>> Conheça nossos Produtos e Serviços


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os comentários são sujeitos a moderação antes de serem publicados. Campos obrigatórios são marcados com *.