Fiscalização das confecções de têxteis ainda é falha

Em 2015, dos 14 Termos de Ajustamentos de Conduta feitos pelo Ministério Publico do Trabalho MPT do Estado de Sâo Paulo, 10 eram relacionados ao setor confeccionista têxtil. Ainda que os grandes varejistas como Riachuelo que nesse setor especifico desde 2002 possui acompanhamento de seus fornecedores (cerca de 40% de suas mercadorias vendidas), e de outros – C&A, Hering e Renner, tal ação entre os terceirizadores ainda é imperfeita. Atualmente 4,2 mil empresas estão certificadas através da Abvtex que desde 2010 representa 22 grandes varejistas de moda. A ação da auditagem é feita por 4 auditores independentes que realizam, periodicamente, visitas sem data e horas marcadas para vistoriarem, entrevistarem seus responsáveis e realizarem fotos locais. (Estadão/15-03-2016)

 

Fique por dentro do mercado de Moda e Decoração

>> Conecte-se ao IEMI no LinkedIn

>> Curta o IEMI no Facebook

>> Siga o IEMI no Twitter

>> Conheça nossos Produtos e Serviços


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os comentários são sujeitos a moderação antes de serem publicados. Campos obrigatórios são marcados com *.