Faturamento das confecções poderá subir

O faturamento do segmento de confecções poderá crescer 50% nos próximos seis anos, caso o governo federal aceite a proposta elaborada pela Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (Abit), que propõe uma redução da carga tributária federal que incide sobre o setor de confecções, baixando os atuais 18% para até 5%. O projeto foi enviado dia 19 último, para o governo e está em análise. A redução dos tributos permitirá um aumento de 117% da produção física e a geração de 597 mil vagas de emprego, no Brasil, até 2025, segundo o superintendente da Abit. (DCI/SP – 20/06/2013)

 

Fique por dentro do mercado de Moda e Decoração

>> Curta o IEMI no facebook

>> Siga o IEMI no twitter

>> Conheça nossos Produtos e Serviços


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os comentários são sujeitos a moderação antes de serem publicados. Campos obrigatórios são marcados com *.