Falta tecido nacional para atender o mercado de vestuário

Segundo a Abit, a produção têxtil recuou 14,5% no ano passado (1,9 milhão de toneladas) e a previsão é que cresça 9% em 2016. As grandes varejistas, de moda, afirmam que vão substituir parte dos produtos importados por peças fabricadas no Brasil. Mas, a tarefa é difícil devido a falta de produção em volume suficiente para atender a demanda em especial para roupas de inverno e tecidos planos como cetim, sarja, shantung e tricoline. “No segmento de roupas de inverno não há nada. Em tecidos planos quase não há produção no País. Há uma perspectiva do setor a partir de 2017 e não se vê a indústria têxtil investindo no parque produtivo”, afirmou Edmundo Lima, diretor-executivo da Abvtex. (Valor/11-03-2016)

 

Fique por dentro do mercado de Moda e Decoração

>> Conecte-se ao IEMI no LinkedIn

>> Curta o IEMI no Facebook

>> Siga o IEMI no Twitter

>> Conheça nossos Produtos e Serviços


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os comentários são sujeitos a moderação antes de serem publicados. Campos obrigatórios são marcados com *.