Elas serão proibidas a partir de 2017

Elas valeram por 130 anos. Agora, darão vez a uma nova geração de luminosidade. A partir de 2017 desaparecerão as lâmpadas incandescentes, invenção do americano Thomas Edison, para serem substituídas pelas eletrônicas, mais econômicas e duradouras. Segundo dados da Abilux, tal medida no futuro poderá gerar ao país uma economia da ordem de 6,4% em energia. (Da mídia)

 

Fique por dentro do mercado de Moda e Decoração

>> Curta o IEMI no facebook

>> Siga o IEMI no twitter

>> Conheça nossos Produtos e Serviços


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os comentários são sujeitos a moderação antes de serem publicados. Campos obrigatórios são marcados com *.