Écos de Davos

Em Davos, na Suíça, o ministro Joaquim Levy, declarou: “sua equipe não veio para fazer remendos ”, referindo-se ao seu plano de ajuste fiscal e sim “para arrumar a casa”. Também, em Davos, o principal executivo do Banco Pactual, André Esteves disse: “o ministro Levy começou bem”. E entre outras considerações: “se a gente andar na direção certa, nosso destino e nosso sucesso só dependerão de nós mesmo”. Outro banqueiro do Brasil, Roberto Setubal, do Itaú, presente em Davos, ressaltou: “à nível global, entre os emergentes, poderão acontecer ajustes drásticos para fazer frente à queda, nos preços das commodities que parece ser parcialmente definitivo”. (OESP/22-01-2015)

 

Fique por dentro do mercado de Moda e Decoração

>> Curta o IEMI no facebook

>> Siga o IEMI no twitter

>> Conheça nossos Produtos e Serviços


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os comentários são sujeitos a moderação antes de serem publicados. Campos obrigatórios são marcados com *.