Do varejo para a gestão de um Estado

Romeu Zema, dono de uma rede postos de combustíveis e varejo, envolvendo eletroeletrônicos e móveis, pertencente ao Partido Novo, poderá ser o novo governador de Minas Gerais. Ontem, estava com 68% das intensões de votos, contra 32% do candidato do PSDB, Antonio Anastasia. No início da campanha, Zema, que estava com 3%, se encontra na política há mais de 30 anos. É Senador desde 2014 e no governo de Minas Gerais, foi vice de Aécio e governador para finalizar mandato. Entre suas intenções: Tirar do buraco a economia de Minas, priorizando a renegociação da divida de R$ 85 bilhões; não morar no Palácio das Mangabeiras, sede do Governo, e sim em sua residência; circular com taxi ou carro próprio e não receber seus salários, enquanto o dos servidores não estiverem sendo pagos em dia, além de privatizar a CENIQ e a COPASA. (Política/Valor/26-10-2018)

 

Fique por dentro do mercado de Moda e Decoração

>> Conecte-se ao IEMI no LinkedIn

>> Curta o IEMI no Facebook

>> Siga o IEMI no Twitter

>> Conheça nossos Produtos e Serviços


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os comentários são sujeitos a moderação antes de serem publicados. Campos obrigatórios são marcados com *.