O desempenho do mercado de moda infantil e bebê

De acordo com o novo estudo do IEMI, a produção de vestuário infantil e bebê por região, como era de se esperar, a região Sul se destaca das demais, por concentrar as grandes indústrias produtoras, e a região Sudeste, por concentrar os maiores mercados consumidores e sediar os principais centros de distribuição de atacado e varejo do país.

No Sul se concentra quase metade da produção nacional (48,7%), seguido do Sudeste, com 31,1%, e do Nordeste, com 13,7%. O Norte e Centro-Oeste, juntos, responderam por 6,5% da produção total de 2016. Apenas na região Nordeste houve crescimento da produção em 2016, com um aumento de 5,3% em relação a produção de 2015.

Saiba mais! Estas informações e muitas outras, você encontra no Estudo do Mercado Potencial de Moda Infantil e Bebê 2017.

Moda-Infantil-e-Bebê-2017-(lombada-1cm,-margens-2cm)(português)

 


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os comentários são sujeitos a moderação antes de serem publicados. Campos obrigatórios são marcados com *.