Depois de 47 anos, quer sair da Bolsa

A Estrela, fabricante nacional de brinquedos e jogos é 5ª maior da America Latina, que segundo dados de uma consultoria teria 3,6% do mercado de brinquedos pretende sair da Bolsa. Dirigida por Carlos Tikian, ex-executivo da Unilever que comprou 94% em 1996 das ações de Mário Arthur Adler, herdeiro do fundador, parece estar interessado em sair da Bolsa depois de 47 anos. Para tanto, o referido executivo que possui 31,57% dessa companhia, fez oferta publica, ontem, para compra das ações no mercado pelo valor de R$ 0,37, objetivando cancelar seu registro de companhia aberta junto a CVM. Após esta publicação suas ações PN subiram 8,33% e chegaram a R$ 0,39. (Valor/17-09-2015)

 

Fique por dentro do mercado de Moda e Decoração

>> Conecte-se ao IEMI no LinkedIn

>> Curta o IEMI no Facebook

>> Siga o IEMI no Twitter

>> Conheça nossos Produtos e Serviços


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os comentários são sujeitos a moderação antes de serem publicados. Campos obrigatórios são marcados com *.