Da miserável Bangladesh para o luxo dos EUA e da UE

“…O cheiro vem do canal poluído atrás do prédio escolar, onde as fábricas vizinhas despejam a água servida. Em sua maioria, são confecções, fábricas têxteis e unidades de tingimento da cadeira de abastecimento que exporta roupa para a Europa e para os Estados Unidos. Os estudantes descobrem as cores da moda ao olhar para o canal. Às vezes é vermelho. Ou cinza. Pode ser azul. Depende das cores usadas nas fábricas” (observa Tamanna Afrous que leciona inglês na escola). (Jim Yardley/The New York Times – 01/08/2013)

 

Fique por dentro do mercado de Moda e Decoração

>> Curta o IEMI no facebook

>> Siga o IEMI no twitter

>> Conheça nossos Produtos e Serviços


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os comentários são sujeitos a moderação antes de serem publicados. Campos obrigatórios são marcados com *.