CSN e chineses na Transnordestina

Projeto iniciado há 10 anos, a ferrovia Transnordestina, com 1.753 km de extensão, no passado chegou a ocupar 5.400 trabalhadores. Dados atuais do TCU que visitou locais por onde correrão os trilhos dessa ferrovia, anotou a presença de apenas 829 pessoas em operação. Essa ferrovia, que deverá ligar os portos de Pecém (CE) e Suape (PE) é um projeto da CSN, que já teria consumido cerca de R$ 6 bilhões. Sem prazo de conclusão e sofrendo contínuos desgastes de ordem financeira e operacional, seu principal executor, Benjamin Steinbruch, presidente da CSN, iniciou conversações com a maior estatal chinesa de infra-estrutura China Communication, Construction Company (CCCC), tentando interessá-la na participação do empreendimento. A autora do projeto, a CSN, no terceiro trimestre de 2016, apresentou dívida líquida de R$ 23,4 bilhões. (Estadão/16-02-2017)

 

Fique por dentro do mercado de Moda e Decoração

>> Conecte-se ao IEMI no LinkedIn

>> Curta o IEMI no Facebook

>> Siga o IEMI no Twitter

>> Conheça nossos Produtos e Serviço


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os comentários são sujeitos a moderação antes de serem publicados. Campos obrigatórios são marcados com *.