Crescendo na crise oferecendo serviços

Segundo Pesquisa Mensal do Comercio (PMC), realizada pelo IBGE, o varejo de vestuário e calçados, um dos setores que mais sofreram com a crise, em 2015 teve queda de 5,1% ante crescimento de 3,2% do comercio em geral. No primeiro semestre deste ano, esse desempenho se manteve enquanto a receita nominal do varejo de vestuário caiu 5,6% e a do comercio em geral cresceu 4,5%. Porém, grupo formado por sete das maiores redes de vestuário e calçados como: Renner, Riachuelo, Marisa, Grazziotin, Arezzo, Hering e Restoque, ganharam participação de mercado no período cujo faturamento nominal dessas redes de R$ 20,7 bilhões em 2015 subiu 6,7% no ano passado e 2,4% no primeiro trimestre. Dentre estas, o faturamento nominal da Renner subiu 17,5% em 2015 e 6,6% no primeiro semestre de 2016. O da Riachuelo chegou a 8,3% e 4,6% respectivamente. Assim, a participação desse grupo de sete empresas subiu de 12,2% em 2014 para 13,7% em 2015 devendo superar 14% neste ano em um mercado (do varejo) de cerca de R$ 151 bilhões. De acordo com a consultoria Boanerges e Cia, especializada em varejo financeiro, a razão principal é o fato delas oferecerem serviços financeiros para seus clientes. Quanto ao segmento de vestuário, dados do IEMI – Inteligência de Mercado, revelam que de 2009 a 2015, o volume de peças vendidas em todas as lojas do setor, subiu 7,2%, de 5,7 bilhões para 6,1 bilhões de unidades. No mesmo período o volume comercializado pelas grandes redes subiu 14,1%. Para Marcelo Prado, diretor do IEMI, o crescimento das grandes redes de 2009 a 2015 está diretamente vinculado à expansão de shoppings centers que concentram cerca de 60% dos pontos e venda de vestuário no País. Alem disso, diz ele muitas redes que comercializam roupas cresceram ao receberem investimentos de fundos estrangeiros. (www.dcomercio.com.br/categoria/negocios/financiar_clientes_ajudou_grandes_redes_a_crescer_na_crise )

 

Fique por dentro do mercado de Moda e Decoração

 >> Conecte-se ao IEMI no LinkedIn

>> Curta o IEMI no Facebook

>> Siga o IEMI no Twitter

>> Conheça nossos Produtos e Serviços


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os comentários são sujeitos a moderação antes de serem publicados. Campos obrigatórios são marcados com *.