Crescem 2%

Entre outubro e novembro passado, parcela do varejo restrito cresceu bem acima da expectativa (2%), dos especialistas de mercado para os quais deveriam estar no patamar de 0,3%. Os melhores desempenhos desta alta foram obtidos pelos móveis, eletrodomésticos (2,1%) e equipamentos e materiais para escritórios, informática e comunicação (4,3%), produtos alimentícias, bebidas e fumo (0,9%). Quando ao varejo ampliado que cresceu 0,6% em novembro o destaque ficou com materiais de construção que tiveram alta de 7,2%. Entre janeiro e novembro, o varejo restrito acumulou perda de 6,4%. No varejo ampliado a queda chegou a 8,8% (no setor automotivo foi de 13,9%). São números do PMC e do IBGE. (Valor/11-01-2017)

 

Fique por dentro do mercado de Moda e Decoração

>> Conecte-se ao IEMI no LinkedIn

>> Curta o IEMI no Facebook

>> Siga o IEMI no Twitter

>> Conheça nossos Produtos e Serviço


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os comentários são sujeitos a moderação antes de serem publicados. Campos obrigatórios são marcados com *.