Contrabando custou R$ 115 bilhões em 2015

Segundo levantamento realizado pelo Fórum Nacional Contra a Pirataria e Contra a Ilegalidade (FNCP), mostra que os produtos que entram no País, através do contrabando e outras formas ilícitas provocaram em 2015, às empresas prejudicadas com essas comercialização ilegal e às três esferas do governo, prejuízos estimados em R$ 115 bilhões. Tal valor foi possível, levantar (a partir de 2012) pela realização do cruzamento de dados medidos entre os 28 membros, dessa entidade que reuni empresas e associações. Deste valor, R$ 80 bilhões referência às perdas das empresas e cerca de R$ 35 bilhões pela sonegação de impostos. Entre os mais afetados, cigarros (67,44%), eletrônicos (15,42%), informática (5,4%), roupas e acessórios (3,3%) e perfumes (2,4%). (Estadão/07-07-2016)

 

Fique por dentro do mercado de Moda e Decoração

 >> Conecte-se ao IEMI no LinkedIn

>> Curta o IEMI no Facebook

>> Siga o IEMI no Twitter

>> Conheça nossos Produtos e Serviços


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os comentários são sujeitos a moderação antes de serem publicados. Campos obrigatórios são marcados com *.