China se inclina para as regras da livre concorrência

A última reunião anual, dos 376 membros do Comitê Central do Partido Comunista Chinês, que durou quatro dias e concluída no dia 12, determina um acordo de aprofundamento geral das reformas, entre elas o “papel decisivo” do mercado. O jornal oficial Global Times avaliou: “A reunião deste ano dará as linhas gerais das reformas que determinarão a competitividade da China para a próxima década”. (Brasil Econômico – 13/11/2013)

 

Fique por dentro do mercado de Moda e Decoração

>> Curta o IEMI no facebook

>> Siga o IEMI no twitter

>> Conheça nossos Produtos e Serviços


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os comentários são sujeitos a moderação antes de serem publicados. Campos obrigatórios são marcados com *.