China fechou setembro com 7,3%, mas …

Em termos anuais, a segunda economia do mundo, a China, com a melhora da sua indústria (setembro, 8%) chegou a 7,8% contra os 6,9% de agosto. Mas continua com excesso de capacidade industrial e no setor imobiliário, não consegue desovar seus estoques que poderão comprometer negativamente a visão futura de preços e inadimplência. Tudo isso se reflete em outras economias, inclusive na do Brasil com suas commodities. Apenas um exemplo: A tonelada de ferro que chegava aos US$ 200 agora não passa dos US$ 80. (Estadão/Celso Ming-Bode-Chinês/22-10-2014).

 

Fique por dentro do mercado de Moda e Decoração

>> Curta o IEMI no facebook

>> Siga o IEMI no twitter

>> Conheça nossos Produtos e Serviços


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os comentários são sujeitos a moderação antes de serem publicados. Campos obrigatórios são marcados com *.