Os preços dos produtos infantis no varejo

Os produtos infantis e para bebês apresentam uma média de preços de R$ 58,12 no varejo de vestuário, uma alta de 3,7% comparando 2016 contra 2015. O produto que apresenta a maior diferença de preços no varejo são os conjuntos calça/blusa, com um preço mínimo de R$ 15 e máximo de R$ 383 em média…. [leia mais]


Têxtil mineira, aumenta suas vendas em 17%

A têxtil mineira Coteminas, controlada pela Springs Global, que também é dona das redes varejistas de linha lar (cama, mesa e banho), MMartan, Artex e Casa Moysés, segundo seu presidente Josué Gomes da Silva, conseguiu fechar o segundo trimestre, no azul, quando suas vendas cresceram 17% à nível da America do Sul onde se incluem… [leia mais]


A única a ter prejuízo entre as grandes do varejo de moda

Entre as grandes varejistas de moda, com ações na B3, a Marisa foi a única a ter prejuízo no segundo trimestre. Seu presidente Marcelo Araújo, em entrevista ao jornal Valor de hoje, disse: “Ainda estamos vivendo no segundo semestre um cenário de consumo não muito animador, mas faremos uma recuperação na receita para este semestre”…. [leia mais]


Vicunha têxtil em expansão

Vicunha Têxtil, controlada pelo grupo Textilia, anunciou um investimento de 220 milhões de pesos argentinos (cerca de R$ 53 milhões), em sua fábrica na Argentina, na cidade de San Juan. Parte destes recursos virão como linha de crédito de San Juan. Tal investimento será aplicado no aparelhamento de tingimento de denim com máquinas importadas da… [leia mais]


Varejo de moda amplia lucros e receita

Até a tarde de ontem, varejistas de moda que divulgaram seus resultados do segundo trimestre, como: Renner, Guararapes (controla a Riachuelo), Cia. Hering, Arezzo, Restoque, Grendene e Alpargatas, mostraram que o controle de custos, ajustes em lojas, redimensionamento dos estoques, coleções repaginadas e novas sistemáticas na distribuição, resultaram em melhores receitas e maiores lucros. As… [leia mais]


Têxteis como soluções em arquitetura

Na Tech Têxtil, feira focada no mercado de tecidos técnicos e outras tecnologias têxteis, realizada em maio passado, em Frankfurt (Alemanha), também foram mostradas inovações no campo da arquitetura e construção. Segundo o arquiteto, Werner Sobek, contratado da empresa alemã, ThyssenKrupp, disse: “É quase impossível imaginar qualquer inovação em termos de engenharia utilizando material leve… [leia mais]


Riachuelo apresenta lucro recorde

A rede varejista de vestuário, Riachuelo (RCHLO), controlada pela Confecção Guararapes, apresentou no primeiro semestre desse ano, o lucro recorde de R$ 82,3 milhões, frente ao revelado no primeiro semestre de 2016, quando atingiu R$ 36,3 milhões. Sua receita líquida chegou a R$ 1,6 bilhões (10% maior em igual período de 2016). Seu presidente Flávio… [leia mais]


A distribuição de tecidos de malha no Brasil

Em 2016, a maior parte da produção de tecidos de malha no Brasil, foi vendida diretamente às empresas confeccionistas, com 57,4% do volume. O consumo próprio das malharias absorveu 19,8%, enquanto para o atacado, que revende para as pequenas confecções ou para o varejo, foram destinados 17,1% do volume. As vendas diretas para o comércio… [leia mais]


Fechou 26 lojas, 2 fábricas e fez corte da ordem de 35%

A dona das marcas de vestuário moda, Le Lis Blanc, Dudalina, Rosa Choque, entre outras outras (Restoque), voltou ao lucro após sete trimestres consecutivos. Fechou 26 lojas, duas fábricas da Dudalina e cortou 35% de cargos administrativos. Acompanhando a dramaticidades desses cortes, experimentou vigoroso crescimento em vendas com a reformulação de suas coleções. Tal movimentação operacional,… [leia mais]


Moda plus size em expansão

Estudo do Mercado Potencial de Moda Masculino, Feminina e Plus Size, do IEMI – Inteligência de Mercado, aponta que a produção de vestuário adulto plus size, deverá crescer 6,9% neste ano, na comparação com o ano anterior e deverá produzir, 212.757 peças. Segundo esse estudo, entre 2015 e 2016, enquanto  o vestuário adulto em número… [leia mais]