Cama, mesa e banho: na Texfair Home, a força do mercado para todas as classes

Conferindo in loco a Texfair Home 2013, feira de produtos de cama, mesa, banho, cortinas, tapetes, carpetes e itens de decoração, realizada semana passada, no pavilhão da Vila Germânica, em Blumenau (Santa Catarina), a gente sente como as indústrias estão recebendo um feedback  dos consumidores brasileiros cada vez mais ávidos por produtos de qualidade diferenciada e com mais dinheirono bolso para comprar. As indústrias estão mandando ver na criatividade, fazendo um mix entre as tendências da moda e da arquitetura e investindo em valores sustentáveis.

Lembrei também que, no ano passado, acompanhamos a mudança histórica nas datas do Calendário Oficial da Moda Brasileira – um investimento de R$ 34 milhões com a realização de três edições do Fashion Rio e da São Paulo Fashion Week. A partir da mudança, a indústria da moda terá prazos mais alongados de produção e entrega. Portanto, o intervalo entre o lançamento e a chegada das peças ao varejo será ampliado, o que permitirá um melhor planejamento e maior competitividade ao setor, em um mercado cada vez mais disputado e globalizado. A indústria têxtil do país é tão poderosa que influenciou diretamente nessa decisão. Os setores de cama, mesa, banho e de decoração já estão integrados a esse cronograma há algum tempo.

Como eu ressaltei em matéria anterior sobre a Texfair Home, pesquisas do Instituto de Estudos e Marketing Industrial (IEMI) mostram que o brasileiro está comprando cada vez mais produtos da indústria têxtil para o lar. O relatório final do estudo constata que: “O momento é propício para as empresas investirem no mercado interno. De 2008 a 2012, mudanças no câmbio, crescimento das importações e a queda das exportações favoreceram o consumo (aparente) interno. Houve incremento tanto no aumento da quantidade de peças consumidas como no valor gasto pelos consumidores”. O consumo de têxteis lar no Brasil, entre 2007 e 2012, cresceu 27,9% em peças e 47% em valores nominais. Em 2012, dados preliminares apontam para um movimento de 698 milhões de peças e R$ 7,5 bilhões – frente a 2011, representa alta de 3,2% em volumes e 6,2% em valores.

A Texfair Home contou com expositores como Altenburg, Artex, Atlanta, Beija-Flor, Bella Janela, Branyl, Buettner, CortBrás, Corttex, DSá, Coteminas, Etruria, Fibrasca, Hedrons, Kapazi, Luba, Microflock, Nataluz, Niazitex, Paros, Ponto Central, Santista, Scafir, Smile, Strauss, Sulvimes, Tecebem e Teka, entre tantos outros. No total foram 120 expositores. Pincei alguns exemplos para você conferir como as empresas estão investindo em qualidade e o que estão lançando no mercado. Verdadeiros objetos de desejo e consumo já!

Santista – lançou a linha Santista Platinum com a presença da fibra Lenzing Modal (30%), extraída da madeira de faia, árvore típica da Europa Central, e 70% de algodão. O resultado do conceito eco de sustentabilidade é um tecido ultramacio e que não retém partículas.

A fibra Lenzing Modal é, segundo Giselle Araújo, gerente de marketing da Lenzing Fibers para a América Latina, a mais macia do mundo. Os tecidos elaborados com esta fibra permanecem suaves, sem aquelas bolinhas chatas e ásperas, mesmo após a gente colocar mil e uma vezes na máquina de lavar. A fibra já é muito ultilizada em lençóis e toalhas na Europa, Estados Unidos e Ásia. “Mais de metade da madeira utilizada pela Lenzing vem da Áustria, sendo que todo o material usado é de florestas manejadas de acordo com a legislação florestal local. Isto significa que o equilíbrio ecológico da floresta é mantido e ela continua a funcionar como escudo protetor contra os perigos naturais, além de ser um reservatório de água potável e habitat natural de animais e plantas”, diz o material entregue pela Santista a nós, jornalistas. A coleção Platinum tem 200 fios e as estampas foram batizadas Afrika, Anabelle, Caroline, Ella, Janine A e Metrópole.

Altenburg – apostou também em design e novas matérias-primas como diferencial, com destaque para o plush de nova geração e tinta reativa em 300 fios.

A marca apresentou também novos conceitos de estamparia, por meio dos trabalhos realizados sobre fotos. A Altenburg lançou a coleção Blend Elegance, com edredons, colchas e porta-travesseiros em dupla face, sendo de um lado o percal 200 fios e do outro o plush (manta em microfibra) delicioso de nova geração, que é tosqueado para reproduzir desenhos em alto relevo; e a coleção Empório, em puro algodão, 300 fios, com estampas em tinta reativa, proporcionando um toque muito mais leve e agradável.

Teka – a empresa, com 86 anos no mercado, lançou a coleção de cama Vicenza, confeccionada em percal 180 fios em 100% algodão com uma gama diversa de estampas. A coleção é composta por jogos de cama e cobre-leitos, nos tamanhos solteiro, casal e queen size. Ainda na linha cama, a coleção Classic, líder de vendas, agora é confeccionada em tecido 100% algodão, aumentando a sensação de conforto.

 

>> Leia a matéria na íntegra

 

Fique por dentro do mercado de Moda e Decoração

>> Curta o IEMI no facebook

>> Siga o IEMI no twitter

>> Conheça nossos Produtos e Serviços


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os comentários são sujeitos a moderação antes de serem publicados. Campos obrigatórios são marcados com *.