Calçadistas de olho no vestuário além de outras estratégias

Grandes calçadistas planejam diversificar a produção ou atuar em outros setores, como o do vestuário, para enfrentar o novo cenário que perturba o ambiente econômico. A Alpargatas, vai produzir vestuário. A Grendene prefere ir, também, para os móveis plásticos com a marca Tog, além de expandir as franquias do clube Melissa que deverá passar das atuais 150 para 200. E a Arezzo, prefere ampliar-se no varejo direto. Esta marca que espera encerrar 2014 com 479 lojas (11,7% mais que em 2013) projeta para 2015 abertura de outras 62. Finalmente, a Pimpolho do segmento infantil, começou a produzir, neste segundo semestre, roupas para bebês, cuja a primeira coleção chegará às lojas no inicio de 2015. Em 2013, esse setor, segundo o IEMI – Inteligência de Mercado, produziu 899 milhões de pares que em valor/produção chegou a R$ 26,8 bilhões. (Valor/08-12-2014 – @IEMIpesquisas)

 

Fique por dentro do mercado de Moda e Decoração

>> Curta o IEMI no facebook

>> Siga o IEMI no twitter

>> Conheça nossos Produtos e Serviços


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os comentários são sujeitos a moderação antes de serem publicados. Campos obrigatórios são marcados com *.