Bons sinais no varejo de roupas

De acordo com o IEMI – Inteligência de Mercado, o varejo de roupas deverá movimentar cerca de R$ 89,4 bilhões no período de agosto, passado, até dezembro. Tal cifra, se obtida, representará um crescimento nominal de 6,3% frente a igual período de 2015. Segundo Marcelo Villin Prado, diretor do IEMI: “Começa haver uma demanda reprimida por roupas e isto significa que há um momento, como em outros períodos de inflação e juros altos, o consumidor vai ter que começar a comprar”. Para demonstrar tal assertiva, no último dia 15, na reunião periódica da Fevabras, entidade que reúne atacadistas e lojistas do Brás, seu presidente, Gustavo Dedivitis, informou: “Depois de muito tempo os empresários demonstram certo otimismo em relação aos negócios e falam até de investimentos”. (http://www.dcomercio.com.br/categoria/negocios/nova_colecao_alivia_caixa_mas_nao_e_uma_primavera /Diário do Comércio/ 21-09-2016)

 

Fique por dentro do mercado de Moda e Decoração

>> Conecte-se ao IEMI no LinkedIn

>> Curta o IEMI no Facebook

>> Siga o IEMI no Twitter

>> Conheça nossos Produtos e Serviços


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os comentários são sujeitos a moderação antes de serem publicados. Campos obrigatórios são marcados com *.