Bitcoin no varejo

No Brasil, cerca de 180 empresas já aceitam a moeda virtual bitcoin. Na área de vestuário, o Grupo Reserva, segundo seu principal executivo, Rony Meisler, a mesma, realiza de 100 a 150 vendas por dia, com bitcoin em sites do grupo. Informou ainda que estas vendas, em volume equivalem a 5%, mas em valores, ficam abaixo dos mencionados 5%. O fato se repete na Luz Calçados, de Mogi Guaçu (SP). Neste segmento de moedas, o fundador da FOXBIT, João Canhada, que diz agregar no Brasil 400 mil clientes (sendo maioria de pessoas físicas), informa que o bitcoin é procurado em especial como alternativa de investimento. No País, as três maiores corretoras desta moeda – FOXBIT, Mercado Bitcoin, e BitcoinToYou, movimentam 95% das suas transações no País. (Empresas/Valor/16-02-2018)

download

Fique por dentro do mercado de Moda e Decoração

>> Conecte-se ao IEMI no LinkedIn

>> Curta o IEMI no Facebook

>> Siga o IEMI no Twitter

>> Conheça nossos Produtos e Serviços


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os comentários são sujeitos a moderação antes de serem publicados. Campos obrigatórios são marcados com *.