Aqui, estão tomando o lugar dos EUA

No período de 2009 a 2012, os chineses teriam aplicado, no Brasil, perto de US$ 21,5 bilhões com instalações, fusões e compra de empresas. Outrora isto fazia parte do menu financeiro do Tio Sam. Em 2012, a corrente de comércio bilateral entre a China e o Brasil atingiu US$ 75,4 bilhões cujo montante até 2016 poderá dobrar. Tal expectativa poderá ser justificada, no momento, visto que no trimestre de janeiro a março último esse comércio cresceu cerca de 7% frente ao mesmo período de 2012. (Problemas Brasileiros/ edição nº 418 – julho/agosto de 2013)

 

Fique por dentro do mercado de Moda e Decoração

>> Curta o IEMI no facebook

>> Siga o IEMI no twitter

>> Conheça nossos Produtos e Serviços


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os comentários são sujeitos a moderação antes de serem publicados. Campos obrigatórios são marcados com *.