Apenas 6,69% separou o primeiro do segundo para o cargo de presidente do Brasil

Desde 1945, quando aconteceram as primeiras eleições majoritárias pós-período ditatorial de Getulio Vargas, a diferença (6,69%) foi a menor vantagem obtida por um candidato (Sra. Dilma Rousseff que se reelegeu na votação de ontem) frente ao outro candidato (o Senador Aécio Neves). (Da Mídia/27-10-2014)

 

Fique por dentro do mercado de Moda e Decoração

>> Curta o IEMI no facebook

>> Siga o IEMI no twitter

>> Conheça nossos Produtos e Serviços


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os comentários são sujeitos a moderação antes de serem publicados. Campos obrigatórios são marcados com *.