Americana em ritmo de calamidade

A prefeitura de Americana (SP), importante centro têxtil do País, publicou decreto ontem, do prefeito Omar Najar (PMDB), considerando o município em estado de calamidade financeira. Tal fato permitirá ao município justificar, judicialmente, os atrasos nos pagamentos e pedir socorro financeiro ao Estado e à União. Até o momento, o montante de seus débitos acumulados atinge R$ 90 milhões. Em função disso, poderá demitir cerca de 1500 funcionários, assim como reduzir sua guarda civil em 350 membros. (Estadão/13-10-2016)

 

Fique por dentro do mercado de Moda e Decoração

 >> Conecte-se ao IEMI no LinkedIn

>> Curta o IEMI no Facebook

>> Siga o IEMI no Twitter

>> Conheça nossos Produtos e Serviços


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os comentários são sujeitos a moderação antes de serem publicados. Campos obrigatórios são marcados com *.