Ainda, para a Argentina, está valendo o “uno por uno”

Melhorou algo em relação às restrições argentinas frente aos produtos brasileiros. Em abril a alta chegou a 31%. Mas, os produtos nacionais ainda sofrem a imprevisibildade (comentário que ainda persiste entre os executivos envolvidos no comércio externo com os hermanos argentinos). Na realidade, ainda está valendo o “uno por uno” que significa por parte do importador argentino, provar que ele pode trazer do Brasil, vestuário, calçados ou qualquer outro produto desde que comprove o mesmo valor exportado, para o Brasil, de produtos portenhos. Em abril passado, o Brasil exportou, com seus 10 mais produtos embarcados para a Argentina, onde a liderança ficou com os automóveis, US$ 1.766 milhões. No período de janeiro a abril, o total cravou US$ 5.852 milhões, dos quais US$ 1.218 provenientes do setor automotivo.  (Valor – 24/05/2013)

 

Fique por dentro do mercado de Moda e Decoração

>> Curta o IEMI no facebook

>> Siga o IEMI no twitter

>> Conheça nossos Produtos e Serviços


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os comentários são sujeitos a moderação antes de serem publicados. Campos obrigatórios são marcados com *.