A Evolução do Mercado de Colchões e Camas-Box

Em valores monetários, o setor de Colchões e Camas-Box produziu, em 2016, R$ 8,2 bilhões, equivalentes a US$ 2,36 bilhões, o que representa 0,36% do valor total do faturamento da indústria de transformação no Brasil, aí excluídas as indústrias extrativas minerais e a construção civil.

Os empregos gerados pelo setor produtor de colchões somaram 25,3 mil postos de trabalho em 2016, ou o equivalente a 0,31% do total de trabalhadores alocados na produção industrial do país nesse ano. No período analisado pelo estudo, 2012 a 2016, a quantidade de unidades atuantes no setor aumentou 14,3%, com o surgimento de 47 novas unidades. Já em relação ao último ano, ocorreu um crescimento de apenas 1,8%.

Uma característica importante do setor é o fato de que ele é composto por um grande número de microempresas (64,2% com até 19 empregados), ficando as pequenas (de 20 a 99 empregados) com 22,6% e as médias (de 100 a 249 empregados) com 7,5%, enquanto as grandes (mais de 250 empregados) chegam a 5,7% das unidades produtivas do setor.

Entre 2012 e 2016, as unidades de micro e pequeno porte foram as que mais cresceram, com altas de 15,4% e 33,8%, por outro lado as grandes empresas tiveram redução de 18,8%, enquanto as médias empresas recuaram 5,6% no período.

As unidades produtoras estão localizadas principalmente nas regiões Sul e Sudeste, onde se concentram 60,9% do total, ficando a região Nordeste com 21,5% e as regiões Centro-Oeste e Norte, juntas, com 17,6% do total de unidades em atividade. Entre 2012 e 2016, a região Centro-Oeste foi a que mais cresceu em termos de unidades produtoras, com alta de 42,1%. Em seguida aparecem as regiões Norte, com 36,8%, Nordeste, com 14%, e Sul, com 13,9%.

O Estudo do Mercado Potencial de Colchões e Camas-Box 2017, já está disponível e trás diversos outros indicadores, além de projeções para o desempenho em 2017. Fale com um consultor e saiba mais.

Colchões-e-Camas-Box-2017

Fique por dentro do mercado de Moda e Decoração

>> Conecte-se ao IEMI no LinkedIn

>> Curta o IEMI no Facebook

>> Siga o IEMI no Twitter

>> Conheça nossos Produtos e Serviços


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os comentários são sujeitos a moderação antes de serem publicados. Campos obrigatórios são marcados com *.